Do meu passado e daquilo que eu fiz com ele

Acho que eu sempre vivi à beira de um colapso nervoso. Sempre gostei de mudar de cidade, de roupas, de mulheres, de famílias, de amigos, mas nunca de hábitos. Acho que de alguma forma eu sempre me vi como um cãozinho vira-lata que de vez em quando era adotado por alguém. Acima de tudo, eu…

Há esse tipo de pessoa, por aí…

Eu sinto minhas pernas tremerem e ponho um sorriso no rosto. Depois pego uma cerveja na geladeira e acendo um cigarro, você já deve saber como funciona. Me entorpeço um pouco e passo a escrever cartas. Páginas e páginas de cartas que nunca são enviadas. Não, o destino delas não é para as suas destinatárias.…

Sou teu tempo perdido

Olhei para o nada e simplesmente pude ver tudo. Mais do que ser capaz de enxergar, descobri em mim mesmo um bom ouvinte e sentia uma presença única por ali. Perguntei, com os olhos fechados, quem ali estava. Logo, uma voz que só existia dentro de mim respondeu: -Eu sou seu tempo perdido, seu ombro…

Você parece algo que desenhei

Quando bem jovem, eu gostava de desenhar, ainda que não desenhasse muito bem. Rabiscava em todo o canto, experimentando a minha ‘arte’. Ainda que eu não obtivesse sucesso, estimava e valorizava meus rabiscos, com a inocência de uma criança que venerava a capacidade de criar qualquer coisa. O problema é que você não consegue explicar…