Um sonho de consumo chamado “ponto final”.

tumblr_lu5tn03lo71qa63too1_500_large

Dizem que felicidade é entender que tudo na vida tem início meio e fim. Faz sentido. A própria vida tem início, meio e fim. E se tudo na vida terá um fim, bom… Deixe que ele aconteça. Quando não houver mais nenhum motivo para lutar e você não tiver mais a menor vontade de cavar um buraco no chão, como se fosse um cãozinho que não sabe onde enterrou o seu osso, aceite: Acabou. Isso acontece com empregos, com os seus seriados favoritos, com seus amores e com suas paixões. Isso acontece aconteceu com quem você é era também. Aceite.

Não alimente o fim de uma história, por mais tentador que seja fazê-lo. Não pense em vingancinhas bobas ou em joguinhos patéticos. Não há vencedores em situações desse tipo. Simplesmente aceite. E se tudo na vida tem início, meio e fim, a vida nada mais é do que um grande ciclo. E quando um fim chega, saiba que outro começo está logo ali na esquina. E acredite: O que vem pela frente é muito melhor. E sabe o que é melhor ainda do que a expectativa do futuro? O desfrutamento do presente. Exato! Esse momento em que você lê essas palavras que tento escrever com toda a sinceridade possível. Respire fundo. Viva essas palavras. Se cansou da leitura, nem termine o texto. Vá respirar um ar puro, vai olhar os pássaros ou ficar sem fazer nada. Você pode, você pode tudo nesse momento maravilhoso chamado “presente”. É no presente que acontece o início, o meio e o fim.

As pessoas pagam pela boca. Tentar agredir um “fim” ou qualquer elemento que faça parte dele só lhe dará um carma bem amargo para lidar daqui pra frente. E aí vai você novamente: inicio, meio e fim. Até a própria cicatrização tem inicio, meio e fim. Dure ela algumas horas ou alguns meses. Chega um ponto em que você pensa: “Tudo bem, eu vou sobreviver”. Não é o fim do mundo e se for, qual será a importância?

Gosto de viver nesse momento mágico chamado presente. Quando você fica atacando á si e aos outros, você não está vivendo nele. Se você está vivendo no presente, você simplesmente “deixa todo o resto pra depois” e faz somente o que você realmente precisa ou quer fazer. Por isso que o presente é maravilhoso. Quando você vive 100% nele, a margem de erro é muito baixa.

– “Ah, mas eu tenho que me defender” – Bobagem! Você tem que usar o momento presente para botar um lindo ponto final no que precisa se desmanchar. Permita que isso aconteça com naturalidade. Não é fácil, mas uma vez que você consegue fazer isso é como se os anjos subissem nas suas costas e você deixasse de carregar uns 30kg de concreto maciço nelas. E então você acaba sentindo até um certo prazer com isso. Não um prazer com o fim, mas um prazer com a sua aceitação. Não fique se torturando á respeito, não se manifeste em demasia à respeito. O fim pode ser mais belo que um começo, se você for sincero o bastante para aceitá-lo.

Ponto final.

Anúncios

ComentAnderson

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s