Arregace as mangas e resolve-te

resolvete

Parei por um minuto e pensei no mundo inteiro: todas as almas perdidas, vagando por aí, buscando algo sem nem saberem o que é. Se eu continuasse pensando nisso, provavelmente acabaria por sentir a dor delas ou simplesmente enlouquecesse por completo.

E ali, enquanto preparava o chimarrão, pensei no quanto as coisas tinham sido deixadas para depois. Hoje em dia eu gosto de resolver as coisas na hora, não tenho mais a pretensão de deixar para depois. O que os arrogantes deixam para depois já está perdido.

Fiquei feliz por ter derrubado o demônio da arrogância, mas ainda assim pensei: como o mundo poderia estar tão mal resolvido? E claro, as árvores não tinham dúvida, os animais não tinham dúvidas e as pedras não tinham dúvidas. Essa era uma maldição (e se você souber usá-la corretamente uma benção) dos seres humanos.

Você pode até caminhar por aí, demonstrando estar feliz e não resolvendo os teus conflitos interiores, desde que tu reserve toda a dor para ti mesmo. Ora, mas o ser humano não é justo, embora fale tanto em justiça. Quando tu não luta com teus demônios interiores, as pessoas ao teu redor irão sofrer. Tu irá machucar muita gente para deixar de te machucar.

Ou tu podes simplesmente usar o teu potencial. Na vida, nunca é dado a um homem algo que ele não possa lidar. Teus problemas são do tamanho da tua capacidade de resolvê-los. Não faça que os outros sofram por ti e nem ao menos se dê o privilégio de sofrer por ti mesmo. A vida é curte demais para isso.Arregace as mangas e mãos a obra.

Anúncios

ComentAnderson

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s