Todo mundo tem um parafuso solto

Louco? Quem? Eu? Depende quem pergunta! Sim, eu bebo demais, falo demais, fumo demais e juro que vou parar, mas nunca paro. Como comida não saudável. mesmo pretendendo me tornar um vegetariano. Digo que quero namorar, mas quando tenho a oportunidade pulo fora. Louco? Talvez… Não, eu não assisto TV, nem ao menos tenho uma... Continue lendo →

Anúncios

A vida é maravilhosa! (nós só não estamos prestando atenção)

A vida é boa. É sim! Eu acredito que a humanidade tenha se tornado um tanto cética quando olha para ela mesma. Nos tratamos com uma indiferença desencantadora e venenosa. Deveríamos estar apaixonados pela vida, por nós mesmos, por quem somos e por quem somos capazes de nos tornarmos. Mas não, andamos por aí como... Continue lendo →

O universo & suas surpresas

Fique em silêncio e ainda assim ouvirá música tocando dentro de você. Calce seus sapatos de manhã, mas continue descalço nas areias da praia quando olhar para dentro de você. Olhe para a escuridão da noite, mas lembre-se do sol que brilha em seu coração. Cresça todos os dias, mas mantenha dentro de si a... Continue lendo →

Instantes telepáticos

Você pode encontrar alguém no meio do seu dia, enquanto o sol penetra lentamente os poros da sua pele alimentando o teu calor interior. E pode ficar estático por algum momento e se perguntar para aquela pessoa. Em um instante telepático ambos se perguntarão "o que você está fazendo aqui?" ainda que já saibam da... Continue lendo →

Não existem coincidências

Duas pessoas se encontram em algum lugar no meio do universo. BAM! Há uma pequena explosão - quase imperceptível - acontecendo ali. Você tem que prestar muita atenção para saber que aquele encontro não se deu por acaso. O destino trabalha de formas misteriosas e quase sempre dá um jeito de nos pegar de surpresa... Continue lendo →

Tornando-se um gigante

Eu simplesmente andava pelas ruas, com o pensamento longe e o cigarro sempre aceso quando notei que o mundo não parecia tão grande. Eu poderia muito bem caminhar por aí atendendo a todos os impulsos e vontades que habitavam o meu peito, sem me importar com as consequências para esse ou aquele ato. Eu parecia... Continue lendo →

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑