Você não controla os seus sonhos (e nem eu)

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Tem aquele dia em que você acorda com um sorriso no rosto e é dominado pelo calor da sua cama. E quando você percebe que aquele sorriso é fruto de um sonho que você não tinha há algum tempo você leva a mão ao peito e respira profundamente, como se confessasse algo para as suas paredes.

Você levanta e vai fazer o café. Faz um dia bonito lá fora. Pensa um pouco sobre aquele sonho, como se brincasse com as palavras, enquanto descasca algumas frutas e se prepara para mais um dia. Existe aquela pequena sensação de que a música é uma sinfonia e as notas se desencontram e se encontram com a mesma facilidade ambiguidade que já conhecemos. Duvida um pouco do destino, de suas vontades e de seus desejos mas é interrompido pelo sinal de que o café está pronto.

Conseguimos escapar de nossos sentimentos quando estamos acordados, a mente é uma ferramente bastante poderosa para isso, mas quando as luzes se apagam e a escuridão toma conta do mundo não há nada que possamos fazer para fugirmos de nosso subconsciente.

Antes de sair olha para as suas velhas armas de batalha. Apanha sua espada, mas deixa se escudo para trás. Não há nada que ele possa fazer para ti, não há nada de que precise se defender. Não precisas mais dele.

Anúncios

ComentAnderson

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s