Criaturas imaginárias de carne e osso

sdasd

Todas as criaturas que vivem em tua mente, deslizam por teu coração e passeiam por todo o teu corpo querem respirar. Elas querem ser de carne e osso e existir, como existe qualquer outra criatura em “nosso mundo”. O imaginário e o “real” devem estar sempre coligados, sempre se confundindo um com o outro. Do contrário, não existirá nem um e nem outro. Mas, meu amigo, essa nem sempre será uma tarefa agradável… Algumas delas vem para cá com muita facilidade, como se já tivessem vivido nesse mundo e você as estivesse trazendo de volta ou como se as tivesse projetado para que vivessem ali contigo.

Se você as aprisionar dentro de ti elas morrerão levando consigo um pedaço teu, um pedaço que nunca voltará a ver. De vez em quando, sentirá um enjoo longo e sentirá pontadas em seu estômago. Sim, você está em trabalho de parto, goste ou não. Assim como algumas criaturas parecem ter sido desenhadas para esse mundo, outras parecem não estar preparadas para ele (ou talvez o mundo não esteja preparado para elas). Mesmo assim, deve trazê-las para cá. É aqui que elas podem fazer algo.

Deixe que elas tomem forma, cor e desenvolvam uma personalidade complexa. Elas devem existir, devem ser tão reais quanto você é. Deixe-as ser, deixe-as estar, deixe-as nascer. Aceite a sua missão, mesmo que ela transforme o seu coração em um tambor. Elas querem caminhar, como tu caminhas.

Sempre fui um grande defensor da tese de “o que está dentro de nós, às vezes quer sair pra brincar”. Permita. Simplesmente permita.

Anúncios

ComentAnderson

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s