Iria cair, mas o céu me segurou

CEUSEGURO

Por tantas vezes eu já pensei em desistir. Fico me perguntando o que aconteceria se eu de fato o fizesse… Gostaria de saber o que aconteceria se eu simplesmente me jogasse no chão e perdesse completamente o ímpeto e o vigor da existência. Eu morreria por simplesmente ter desistido ou eu viveria uma vida de lembranças do fracasso?

Certo dia eu cheguei bem perto de descobrir. Me lembro de estar correndo de um lado para o outro, sem saber o que fazer consigo mesmo. Me lembro de ter me colocado de joelhos no chão e olhado para o céu. Me lembro de ver um pássaro voando. O que aconteceria se ele desistisse? O que aconteceria se ele parasse de voar e perdesse completamente o ímpeto e o vigor de sua existência? Ele cairia e morreria, talvez de fome ou talvez de desgosto. De qualquer forma, obtive minha resposta. Eu não queria que o pássaro caísse e também não tinha a menor pretensão de cair caso ele o fizesse.

O pássaro seguiu seu caminho até que eu não pudesse mais vê-lo, mas ainda assim eu continuava de joelhos e tudo o que eu via era o céu. Pode parecer pouco para alguns e muito para outros, mas para mim foi justamente o que eu precisava. Conversei com o céu e em pensamento ele me disse: “Levante-se! Levante-se e vá à luta. Você não nasceu para desistir”.

Posso não ser a pessoa mais obediente do mundo, mas o céu é o céu. Me coloquei de pé e continuei olhando para ele, ouvindo os doces conselhos que vinham lá acima das nuvens. A nós sempre é dada a opção de desistir, mas nunca o direito. Nenhum de nós pode abdicar da existência. Nenhum de nós pode morrer. Somos todos imortais.

Olhei para os meus joelhos e me admirei com o fato de eles não estarem mais no chão. Olhei para os meus pés e me admirei com o fato de eles seguirem firmes naquele chão verde. Acima de tudo, me perguntava de onde vinha aquela força. Olhei para o céu e obtive mais uma resposta. Então eu disse para ele:

-Eu estarei olhando para você.

E o céu respondeu:

-Eu também estarei olhando para você.

Anúncios

2 comentários sobre “Iria cair, mas o céu me segurou

  1. Anderson, suas palavras me tocaram profundamente. É estranho pensar que somos impotentes, é duro admitir nossos erros. No curto período da minha vida eu pensei em desistir no mínimo um milhão de vezes, eu fui insegura, eu tive medo, mas sabe, eu parei um minuto pra ler o que você escreveu, na verdade é bem parecido com o que eu penso. Por que eu devo desistir? Eu quero ser o pássaro livre a voar ou o pássaro que desistiu e vai morrer no chão? Nós seres humanos somos condenados a sermos livres e não é por isso que não podemos aproveitar nossa liberdade. O que você escreveu foi muito importante para mim e garanto que também foi para muitas pessoas que leram este texto, continue iluminando nossas vidas com suas palavras,
    Abraços.

    • Uau, Fernanda! Essa foi uma das declarações mais bonitas que eu já li por aqui! Obrigado por existir ❤

ComentAnderson

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s