Admita, ainda que contra a sua vontade: o passado não existe

passado

Estou em paz com o meu passado. Ele me visita frequentemente, como se perguntasse: “Como está a vida?”. Eu não saberia nem por onde começar a responder a sua pergunta e também não conseguiria olhá-lo nos olhos. E então ele me pede que eu olhe para trás, mas como eu poderia fazer isso? Jamais cometeria o pecado de deixar o momento presente de lado.

E de vez em quando dou uma espiadinha para trás.Não há nada que eu veja, não existe nada ali. Não há nada que eu queira. Ele tenta me trazer de volta, mas eu não preciso mais dele. Pelo que eu vejo não há mais nada, exceto seguir em frente. E quando o passado se coloca entre mim e meu futuro passo por ele tranquilamente.

Juntos, tocamos essa sinfonia…

Ele precisa de mim para existir. Se eu não lembrar dele, o passado se apaga. Se eu lembrar dele, o presente apaga. É tudo uma questão de escolhas. E você só pode escolher entre uma coisa ou outra quando está no momento presente. O passado não deve influenciar nas suas decisões.

Lamento, ao pensar que no fim das contas o passado não existe.

Anúncios

Um comentário sobre “Admita, ainda que contra a sua vontade: o passado não existe

  1. Posso não ter entendido a mensagem que você tentou passar, e não a entendendo é impossível de concordar com o que está escrito.

ComentAnderson

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s