Pra não cair nas armadilhas de tua própria memória

armadilhas da memoria

De todas as maldições que ficam com a gente quando algo vai embora a memória é a mais cruel. Pequenas coisas nos fazem lembrar: um aroma, um café, um horário, um lugar… Nos prendemos através da memória, como se estivéssemos ancorados ao passado.

Tudo o que o passado pode nos dar é a experiência. Para nós, resta a tentativa do esquecimento… Mas ninguém nunca disse que seria fácil esquecer, não é mesmo? Nem ao menos foi dito que seria possível. Nós nunca esqueceremos totalmente. De nada. De ninguém. É como se uma pequena mosquinha ficasse sobrevoando a nossa cabeça e não fossemos capazes de espantá-la.

Confundidas, as pessoas insinuam que já esqueceram mas tudo o que elas realmente fazem é ignorar. Mas, sozinhas, na calada da noite… As lembranças voltam. Ao ignorar você potencializa. Quando algo acaba, costumamos pensar que aquele tempo era melhor do que realmente era. Nossa memória afetiva nos ilude, enquanto divagamos acerca do tempo e dos acontecimentos.

A grande verdade é que não existe uma fórmula mágica para se esquecer. O que você precisa fazer é trabalhar com suas memórias. O passado não deve ser um inimigo, deve ser um aliado. Não deve ser a morada de sentimentos ruins, mas sim de uma nova percepção sobre os acontecimentos. O que você precisa fazer é aceitar. Aceite o que se passou, esse é o primeiro passo.

Quando os pensamentos e memórias invadirem seus pensamentos, não fuja deles. Se você continua a pensar é porque ainda existe alguma lição a se aprender ali, por mais que aquele lugar não exista mais e por mais que aquela situação não se suceda mais. Aceite o passado e pare de brigar com ele. Do contrário, transformará teu presente em passado e teu futuro estará condenado a repetição dos fatos.

O passado deve ser celebrado, não amaldiçoado. Não se torne uma vítima dele, torne-se o arquiteto de seu futuro.

Tudo o que existe é o presente, não se deixe enganar por suas memórias.

Anúncios

ComentAnderson

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s