Uma mulher loira, um fio de cabelo preto & um bocado de vinho barato

leia a minha mente

Quando eu gosto de alguém, as coisas ficam bastante complicadas. Geralmente, saí da minha boca o que eu não quero e minhas atitudes nem sempre representam o que eu estou sentindo. Sim, sou um problemão… Mas quem não é? Isso que estou falando apenas das raríssimas vezes (que consigo contar nos dedos das mãos) em que realmente encontro alguém de quem eu possa dizer: “Caramba, que mulher!”.

Leia ouvindo: Fleewtood Mac – Go Your Own Way (depois você vai entender o motivo. Clique aqui para ouvir).

Sem interesse, as coisas geralmente funcionam bem melhor. Falo a coisa certa na hora certa e a coisa errada também na hora certa. É como uma sinfonia orquestrada pelo diabo e francamente: eu prefiro assim. Os anos vão se passando e continuo gostando de estar solteiro, mas quando gosto de alguém o que antes nutria minha alma parece vazio e sem significado. Gostar de alguém é começar a procurar significados e você nem sempre os procurará nos lugares certos.

Nessa semana, recebi a visita de uma amiga. Sim, eu estava com essa outra pessoa na minha cabeça. Não, eu não pretendia dormir com a minha amiga. Ela perdeu o ônibus e acabou ficando lá em casa. No meu quarto as opções são a cama e o chão e ficávamos mais à vontade sobre a cama. Pernas esparramadas, pouca roupa e muito vinho barato.

De repente, essa minha amiga me olhou de um jeito “estranho” e eu compreendi exatamente o que aquele olhar significava. Já via visto aquele olhar uma centena de vezes. Significava: “Hoje nós vamos transar”. Fingi que nada estava acontecendo enquanto pude. Ela começava a se aproximar, jogar as pernas sobre mim. Obviamente, minha amiga não estava apaixonada por mim. Eu sabia disso e ela também. Ela queria apenas se divertir. Não sou muito de resistir as investidas, mas tentava adiar aquele primeiro beijo que provavelmente culminaria em uma manhã estranha de ressaca sexual.

Fui até o banheiro lavei o rosto e olhei para o meu reflexo no espelho:

-E AGORA? – perguntei ao meu reflexo, mas ele não me respondeu. Quando não sou capaz de responder minhas perguntas, significa que estou encrencado e prestes a fazer alguma besteira. Voltei para o quarto enquanto ouvia ela cantar uma música do Fleetwood Mac. Pensava comigo mesmo: “Muito bem… É hora de tirar essa mulher da cabeça e fazer o que você tem que fazer”. Eu já tinha tentado deflorar essa minha amiga outras vezes (sem ninguém na minha cabeça) e agora a oportunidade tinha se revelado.

Me joguei na cama e ela mencionou algo sobre o meu cabelo. E começou a se aproximar. Senti algo entre os meus dedos e quando olhei havia ali uma piada cósmica do destino: um fio de cabelo preto. Agora, a minha amiga que estava comigo era loira e a última pessoa que tinha estado ali comigo com fios de cabelo preto era… SIM, AQUELA QUE ESTEVE NA MINHA CABEÇA A NOITE TODA.

Imediatamente parei a minha amiga e expliquei o acontecido. Nenhuma mulher gosta de ser rejeitada e provavelmente ela pensou que eu estivesse organizando algum tipo de “troco” sobre ela. Não estava! Acredito que a convenci depois de algum tempo. Ela me deu alguns conselhos e acabamos dormindo abraçados. Sim, eu tive ereções a noite inteira… Mas nada aconteceu! Sentia que seria infiel comigo mesmo se eu fizesse algo a respeito (e os deuses são testemunha, EU QUERIA FAZER ALGO A RESPEITO).

-Sabe… Você não é o babaca que todo mundo diz que você é! – ela disse.

-Eu sei… – eu respondi.

-Ah, e você sabe que eu não vou lhe dar essa oportunidade de novo, não é?

-Cacete! Eu sei! – respondi com um olhar descontente na face.

Importava, mas não importava. Se em uma semana eu não pensasse mais a respeito da mulher de cabelos pretos, não teria me arrependido. Segui meu coração, o que mais poderia importar?

A pior parte é que eu tinha limpado a minha casa e me assegurado que todos os fios de cabelos pretos tivessem sumido dali. Só poderia ser alguma brincadeira do universo. Ele sempre gostou de fazer piadinhas com o meu coração. Entendi ele. Nos damos bem.

Anúncios

ComentAnderson

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s