Devaneios do último dia do mês

  Nessa busca desenfreada em tentarmos ser aquilo que nascemos para ser, nos tornamos algo. Não somos animais, nem somos deuses… Mas somos algo no meio disso tudo. Fingimos que sabemos o tamanho do universo, mas na verdade não sabemos de nada. Falamos de amor, enquanto pregamos o ódio. Criamos a guerra apenas para podermos…

Olhar para o nada e enxergar tudo

Um homem está correndo pelo parque, tentando amenizar a louca vontade de acender um cigarro. Ele costumava fumar cinco cigarros seguidos já pela manhã e só parava quando o coração começava a doer. Agora, simplesmente corria e tinha se reduzido a um cigarro a cada uma hora e meia. Em um determinado momento de sua…

Quebra-cabeças com peças faltando

De vez em quando prometo que nunca mais vou pensar em você, mas concluo que é besteira. De vez em quando prometo que nunca mais te beijarei, mas minha língua já começa a formigar. De vez em quando prometo que irei para algum lugar bem longe onde você não me encontre, mas que motivo eu…

“Você deveria ler O Pequeno Príncipe”

Desde que eu me entendo por gente, as mulheres que passavam por minha vida falavam daquele livro. Ficavam espantadas, ao saberem que eu nunca o tinha lido e com o meu descaso quando me falavam da obra. Não me interessava por ler um livro infantil, por algum motivo que desconhecia. Não achava que havia absolutamente nada…

A fuga de nossa fuga

Sonho e admito. Nem perante os outros, nem perante você, nem perante a mim. Mas admito perante a algo. Sonho com roupões (um azul e um vermelho) e com um mundo criado para que a gente nem precise se levantar da cama numa segunda-feira de manhã. Sonho com um grande jardim, no qual o cachorro…