Você vai pra praia só pra molhar o pezinho?

molhando os pezinhos

Eu não, não mesmo. Vou pra praia pra mergulhar de cabeça e meus pés serão os últimos a encontrar a água do mar. Vou nadar nu na praia da vida, pois ninguém poderá me impedir. Cristo, quantas praias existem dentro da gente? Paro por um segundo, encontro três. Paro por dois segundos, encontro sete. Nado em todas elas sem o menor medo. Não é possível se afogar na imensidão do mar de nós mesmos. A liberdade não está nas praias de Miami, de Florianópolis ou nas areais de Punta del Leste. A liberdade está nas praias que cultivamos dentro da gente, onde a gente surfa sem saber surfar e mergulha lá no fundo sem saber nadar. Respiramos embaixo d’água, conversamos com os peixinhos de nossa própria criação… Nadamos junto com golfinhos, tartarugas e tubarões. AH, SIM! Existem tubarões em nossas praias interiores… Na verdade, elas estão infestadas por eles. Mas esses tubarões não lhe farão nenhum mal. Olhe pra eles, tão dóceis quanto cachorrinhos. Nade com eles. Vá pra praia consigo mesmo. Escreva teu nome na areia. Escreva o nome do teu amor do lado do teu. Caminhe nas areias, sentindo aquele sol que é mais real que o sol que está do lado de fora da sua janela. Nem entre nas tuas praias se estiver pensando apenas em molhar o pezinho.

E quando ver minhas pegadas na areia, não se preocupe. Estou apenas nadando com meus tubarões lá no fundo do oceano.

Anúncios

ComentAnderson

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s