Sem amor, as flores morrem e tudo o que lhes restam são os espinhos

flores

Somos lindas flores e costumamos fingir que somos pedras. Como toda bela flor, temos espinhos. Espinhos pontudos e que cortam profundamente quem não entende como nos manusear. Flores, todos nós! Como todas as plantas, temos coração. Como todas as plantas precisamos de solo fértil, oxigênio, água e luz do sol.

Antes de sermos flores, éramos sementes.

Mas nem todas as sementes vingam. Algumas delas não receberam o adubo necessário. Com amor, todas as flores crescerão eternamente. Precisamos de amor tanto quanto precisamos da luz do sol ou de água. Precisamos que chova amor em nossas cabeças para compreendermos o quão belas flores nós somos.

Como todas as flores, não queremos ser colhidas. Queremos ser observadas, apreciadas. Queremos nos manter em nosso solo fértil. Queremos continuar crescendo, nos tornando cada vez mais obras de arte. Queremos crescer eternamente.

E para crescermos eternamente, precisamos de amor. Sem amor, as sementes não vingam. Sem amor, as flores morrem e tudo o que lhes restam são os espinhos.

Anúncios

ComentAnderson

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s