Pratique o “Não-Pensar”

5443543

Nós, enquanto criaturas que exercemos o reinado deste mundo, temos a obrigação de pensar. Nós, enquanto criaturas detentoras de nossos próprios problemas (e dos problemas do mundo o qual governamos), temos a obrigação de pensar. Nós, enquanto criaturas pensantes, por vezes pensamos demais.

Não deveríamos. Não desse jeito. Não o tempo inteiro.

Quais foram os momentos mais felizes da tua vida? No que você pensava enquanto os vivia? Certamente não pensava em algo do tipo “Poxa, que coisa legal. Eu estou feliz”, pois se assim pensasse, seu cérebro iria interromper seus pensamentos de prontidão, com ideias do tipo “Mas o que eu estou fazendo da minha vida? E aquela promoção que eu preciso no trabalho? Preciso pagar o aluguel no dia 5”. Não mesmo. Em teus momentos mais felizes, tu não pensastes sobre absolutamente nada. Você estava ocupado demais vivendo-os.

Pense sobre isso (e sei o quão irônico eu soo ao lhe dizer para pensar, diante do título desse escrito). Os homens não enlouquecem por ter um comportamento idiota, nem enlouquecem por comer além da dieta e nem enlouquecem pela perda de seus amores. Os homens enlouquecem porque pensam demais. Pensam quando não precisam. Pensam quando não é cabível nenhum pensamento. O mesmo acontece com a insônia, provocada pelos nossos incessantes e intensos pensamentos repentinos.

Pense. Mas pratique o Não-Pensar.

Isso não significa que você deve simplesmente deixar de pensar. Pensar não é uma escolha, é uma condição a qual você está sujeito. E acima de tudo, sua obrigação enquanto ser-pensante. Pense quando forem cabíveis seus pensamentos, então.

Quando for cheirar uma flor, simplesmente cheire-a. Não pense sobre isso. Quando admirar um arco-íris, simplesmente admire-o. Não pense sobre isso. Quando segurar as mãos de alguém, simplesmente segure-as. Não pense sobre isso. Quando amar, simplesmente ame. Não pense sobre isso.

Não permita que os teus pensamentos estraguem momentos especiais. Filtre-os, praticando o não-pensar. Pense quando lhe for imposto. Pense com clareza. Pratique o pensamento como uma arte. Pratique o “não-pensar” como um aspecto dessa mesma arte. 

Anúncios

ComentAnderson

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s