Vás e se transforme, me transforme (como se adiantasse alguma coisa)

34534543543

Vá em frente e me queime dentro de ti, me transforme em cinzas e imagine que onde quer que eu vá eu seja capaz de sentir o cheiro de enxofre. Me imagine com chifres enormes e negros, com uma cauda pontuda e portando um tridente que lança chamas como o ar que respiro. Vá em frente e faça de mim o que quiser dentro de ti, pois eu ainda estarei por ali.

Mate todas as luzes que estão ao seu redor, pois quando está no escuro podes fazer de mim o que bem entenderes. Bebas de todos os líquidos e consuma tudo o que lhe for docilmente oferecido, pois assim poderás ser capaz de fazeres de mim o que quiseres.

Lembre-se que outrora fizeras de mim um gênio de teus desejos e por tantas vezes esfregara a lâmpada de maneira descomprometida, desejando apenas os desejos e não os desejos. Lhe tricotaria uma casaco de lã, se soubesse tricotar. Lhe faria um café, se não houvesse acabado todo o pó. Até mesmo lhe cantaria uma canção, se minha voz não estivesse abafada pelos gritos.

Vá em frente e enfrente aquilo que tens que enfrentar, fingindo que sou teu inimigo. Finjas que não ouve minha voz quando lhe resta o silêncio e que não estou contigo quando estás no banho. Finjas que não pensas em mim quando fecha os olhos, desejando que lhe afagasse os cabelos. Vá em frente e finja. Enfrente e finja. Apenas finja, se achar que isso te levarás adiante.

Vá em frente e desenhe outros rostos em cima do meu, imaginando que o meu sumirá. Vás em frente sempre que puder, de todas as maneiras impulsivas que parecem bem pensadas. Me apetecem os bons planos. Vá, enfrente, e te esqueças de que quem vai em frente pareces que na verdade já fora há muito tempo, enquanto sequer deu o primeiro passo.

Vás e faça tuas juras, tuas promessas, maquie tuas verdades. Vá e finja não me tocar por fora, quando me tocas por dentro. E finjas não me amar por fora, quando amas por dentro. Vás e ame o mundo, fingindo que deixas de amar-me.Vás e finja que palavras são trívias e que cada passo que destes te afasta de tudo.Vás e finjas que deixei de existir, enquanto pinta quadros à minha imagem dentro de ti para que decorem teu coração, sem o menor decoro. Vás e rabisque por cima, como se isso apagasse o conteúdo original da mensagem. Vás, pensando que o tempo é uma borracha.

Sempre escrevi com caneta.

Anúncios

2 comentários sobre “Vás e se transforme, me transforme (como se adiantasse alguma coisa)

ComentAnderson

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s